Vacinação da febre amarela é antecipada para o dia 25 de janeiro em São Sebastião

A Prefeitura de São Sebastião antecipou o início da campanha de vacinação contra a febre amarela. A decisão segue uma orientação do Governo do Estado que estipulou o período de 25 de janeiro a 17 de fevereiro para imunizar a população de 54 cidades que residem em áreas ainda não alcançadas pelo vírus, mas, que estão receptivas, pois integram os corredores ecológicos.

De acordo com a Secretaria de Saúde (SESAU), seguindo a orientação do Ministério, será feito o fracionamento de uma vacina, de 0,5ml (considerada padrão) para 0,1ml (o que representa 1/5 da dose padrão).

A vacina contra a febre amarela é contraindicada para pacientes em tratamento de câncer, pessoas com imunossupressão e pessoas com reação alérgica grave à proteína do ovo.

Ainda de acordo com a recomendação do Ministério da Saúde, a vacinação com a dose integral (0,5ml) será mantida em alguns casos como nas regiões que hoje são consideradas áreas de risco para doença, para pessoas que se destinam a países onde é exigido o certificado da vacina contra febre amarela, para pessoas com o vírus HIV, que terminaram o tratamento de quimioterapia e crianças entre 9 meses e 2 anos de idade. As pessoas que já foram imunizadas não precisam ser revacinadas.

O que é?

A febre amarela é uma doença infecciosa grave causada por vírus e transmitida por vetores. No meio urbano a febre amarela só é possível através da picada do mosquito Aedes aegypti (o mesmo transmissor da dengue). Após a picada do mosquito infectado, a doença demora de três a seis dias para se manifestar. Os sintomas mais comuns são febre alta, calafrios, vômitos, dores no corpo, pele e olhos amarelados, sangramentos, fezes cor de “borra de café” e diminuição da urina.

 Fonte: Prefeitura de São Sebastião

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: